quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Depois da tragédia que matou Eduardo Campos, nova chapa está definida

Após se passar uma semana do acidente que matou Eduardo Campos, o PSB oficializa  em Brasília, Marina Silva como candidata à Presidência da República, Marina era vice na chapa de Campos e se consolida como a chamada “terceira via” na disputa, a ex-senadora terá pela frente  a presidente Dilma Rousseff (PT),  que concorre à reeleição, e o senador Aécio Neves (PSDB).

Como  vice de Marina, vem o Deputado Federal Beto Albuquerque (PSB-RS), seu nome foi defendido e acatado pela Rede Sustentabilidade. Beto que é líder do PSB na Câmara,  era um dos principais  aliados de Eduardo Campos, pois ele  trabalhou arduamente desde o início na  candidatura do ex-governador Eduardo Campos, à presidência da republica

Logo após reuniões com o presidente nacional do partido, Roberto Amaral, o PSB de Pernambuco, que defendia a indicação do deputado Danilo Cabral, aceitou a indicação de Albuquerque.
A viúva de Eduardo Campos, Renata, havia sido sugerida para ocupar o cargo de vice, mas recusou para se dedicar aos filhos, neste momento em que sua presença é fundamental para eles.

Desta forma Beto  Albuquerque  renuncia à candidatura ao Senado pelo Rio Grande do Sul. “Aprendi com Eduardo que não se deve deixar nada pela metade. Vamos concluir este projeto”, disse ele, que  esteve no Recife para encontro com Renata, na última segunda-feira.